[ breviário de decomposição ]

domingo, 16 de dezembro de 2007

stranger than fiction

assisti em
dvd mais estranho que a ficção (stranger than fiction, usa, 2006), dirigido por marc forster). no elenco, will ferrell, maggie gyllenhaal, dustin hoffman, queen latifah, emma thompson.

desde o início, o roteiro escrito por zach helm é bem interessante. a estória gira em torno de um solitário auditor da receita federal, cuja existência mundana se transforma quando ele começa a escutar uma voz misteriosa narrando a sua vida. com a ajuda do professor jules hilbert (hoffman), harold (ferrell, numa atuação fabulosa) descobre que ele é o principal personagem de um conto que está sendo escrito e que aquela voz que ele sempre escuta é de karen eiffel (thompson, que também está magnífica), uma autora excêntrica famosa por matar seus personagens principais de maneiras inusitadas. e agora harold precisa arranjar um jeito de achar eiffel e fazer com que ela pare de escrever antes que encontre uma maneira de acabar com ele.

é uma comédia inusitada por não ser tão despretenciosa quanto inicialmente se poderia supor. seu roteiro, muitíssimo inteligente, permite várias "leituras". por exemplo, o que fazer quando se tem certeza da proximidade da morte? tirar o máximo de proveito do tempo que resta?

ou quando se é "deus" e de repetente se apercebe que o destino das pessoas está literalmente na suas mãos, como agir? mudar o destino (alheio) que se escreve?

ou ainda, quando se é absoluto tudo é mesmo permitido? e as conseqüências das ações individuais sobre a vida dos outros?

a despeito de qualquer coisa, há sim uma forte carga subjacente no seu roteito, que eclode surpreendentemente à medida que ação vai se desenvolvendo, prendendo o suspiro do expectador até a cenal final (e depois dela também!).#

Marcadores: ,

1 Comments:

  • Meu querido, também adorei esse filme, e está na minha lista de filmes para comprar (tenho uma lista dentro da lista, que é a de filmes que falam sobre o processo criativo).
    Puts, na hora que assisti, eu quis ser o Zach Helm, "caramba, por que eu não pensei numa coisa dessas?"

    Beijo grande, querido,
    ótimas festas!

    (A lista de "agrados" está excelente!)

    By Blogger Aleksandra Pereira, at quarta-feira, 26 de dezembro de 2007 11:34:00 BRST  

Postar um comentário

<< Home