[ breviário de decomposição ]

sábado, 12 de abril de 2008

i close both locks below the window
i close both blinds and turn away
sometimes solutions aren't so simple
sometimes goodbye's the only way

and the sun will set for you
the sun will set for you
and the shadow of the day
will embrace the world in grey
and the sun will set for you

pink cards and flowers on your window
your friends all plead for you to stay
sometimes beginnings aren't so simple
sometimes goodbye's the only way

and the sun will set for you
the sun will set for you
and the shadow of the day
will embrace the world in grey
and the sun will set for you

and the shadow of the day
will embrace the world in grey
and the sun will set for you

and the shadow of the day
will embrace the world in grey
and the sun will set for you

shadow of the day, linkin park

2 Comments:

  • essas máquinas fazem um
    ruído infernal
    e eu te vejo nelas por aí
    sem saber
    até onde é você

    parece que, como no sonho,
    quanto melhor te vejo
    mais estranha vc me vê

    penso em ti...


    te cuida/e me escuta: (tô sempre te ouvindo, afinal!)
    -- acaricia sempre com amor igual
    a tua lua e o teu sol.
    bjs

    By Anonymous Anônimo, at domingo, 13 de abril de 2008 00:46:00 BRT  

  • até onde sou eu?
    bem, como pode ver, ainda continuo perdido...
    e, por certo, é compreensível que o estranhamento ande de mãos dadas com o desconhecido.
    mistério... intrigante mistério!
    mas me pergunto, inqueito, quem anda por aí ouvindo este obscuro ser dos sonhos?
    ..

    p.s.: quanto aos pensamentos... ora, podemos combinar que eles virão à luz com as respostas.

    By Blogger Sandman of the Endless, at domingo, 13 de abril de 2008 09:35:00 BRT  

Postar um comentário

<< Home